BLOG

 Em

Métodos para o combate ao fumo.


Todo mundo sabe que fumar faz mal à saúde. Mesmo assim, 35 milhões de brasileiros não conseguem – ou não querem – deixar o cigarro. No Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado hoje, especialistas orientam: para quem força de vontade não basta, existem outras maneiras de driblar a abstinência.

 

– Hoje em dia, é completamente possível parar de fumar. O mais importante é querer. Além da terapia, existem fármacos que auxiliam no processo – afirma Ana Helena Rissin, coordenadora do programa de controle do tabagismo da Secretaria municipal de Saúde.

Existem 173 clínicas municipais cadastradas no programa, que atende cerca de três mil fumantes a cada trimestre. Para saber onde encontrar atendimento e a data para inscrições, basta ligar para o Disque Rio (1746).

-O tratamento principal é a terapia. Mas os pacientes com mais dificuldade têm acesso a adesivos, chicletes e pastilhas para reposição de nicotina, além do antidepressivo bupropiona -afirma.

Além desses e de outros recursos já disponíveis no mercado, uma vacina está sendo testada para prevenir a dependência ao cigarro.

– O fumo aumenta em até 300% o risco de um ataque cardíaco, além de provocar inúmeras outras doenças, como o câncer. As pessoas precisam dar um basta – adverte Alexandre Cury, cardiologista da Clínica de Diagnósticos por Imagem.

 

Serviços grátis

Paciência:

No CMS Maria Aparecida de Almeida, em Paciência, profissionais dão orientações sobre tabagismo, fazem teste com monoxímetro e recebem inscrições para o tratamento de fumantes.

 

Preço alto:

A Sociedade Brasileira de Cardiologia criou um teste que permite calcular quanto um fumante gastou ao longo da vida comprando maços de cigarro. Uma pessoa fumando há 10 anos, por exemplo, pagou R$ 9.360. Acesse www.cardiol.br.

 

Cinema na Gávea

O CMS Píndaro de Carvalho Rodrigues, na Gávea exibe, às 14h, o filme “Obrigado por fumar”, Após o filme, será realizada uma discussão sobre a qualidade de vida dos fumantes.

 

Fonte: Jornal Extra

Deixe um comentário